Projeto educativo coordenado pela EAPSUS/FEPECS e Gerpis será apresentado

no 14º Congresso Internacional da Rede Unida

 

A experiência de Educação Permanente em Saúde no Tai Chi Chuan será apresentada no 14º Congresso Internacional da Rede Unida, que acontecerá de modo virtual, entre os dias 28 de outubro e 01 de novembro, devido à pandemia de coronavírus. A apresentação da experiência será feita por seus coordenadores: Adelyany B. dos Santos e Aristein Tai-Shyn Woo.

Esse projeto é resultado de uma parceria entre a Escola de Aperfeiçoamento do Sistema Único de Saúde (EAPSUS), mantida pela Fundação de Ensino e Pesquisa em Ciências da Saúde (FEPECS), e a GERPIS (Gerência de Práticas Integrativas em Saúde), que acontece desde 2016, com o objetivo de aperfeiçoar o trabalho dos profissionais que fazem a oferta de Tai Chi Chuan na rede de saúde do DF. Em encontros mensais, os profissionais facilitadores de Tai Chi Chuan têm a oportunidade do treinamento constante das formas, do aprofundamento teórico, das trocas de experiências entre colegas e de momentos de integração do grupo, e celebração em conjunto.

O eixo central tem sido criar espaço para o desenvolvimento da autonomia dos facilitadores, por meio de práticas e métodos colaborativos em educação.

"É uma satisfação enorme acompanhar esse trabalho ao longo dos anos, e observar a importância da constância do trabalho educativo. Notamos claramente o crescimento e o amadurecimento de todo o grupo. Poder compartilhar essa experiência e trocar ideias e vivências com outras pessoas que buscam também esse caminho é uma alegria enorme”, ressaltou Adelyany dos Santos.

De acordo com o responsável técnico distrital de Tai Chi Chuan da SES DF, Aristein Tai-Shyn Woo, essa parceria da EAPSUS/FEPECS e a Gerpis vai modelar o desenvolvimento de projetos semelhantes também em outros países.

"Sinto-me muito feliz e satisfeito por poder participar do 14º Congresso Internacional da Rede Unida, apresentando um tema que me é tão caro - a Educação Permanente do Tai Chi Chuan e as metodologias colaborativas utilizadas nesse processo. Acredito que essa longa experiência, realizada por uma parceria entre a EAPSUS/FEPECS e a GERPIS ao longo de anos, será modelar para o desenvolvimento de projetos semelhantes pelo Brasil e em outros países”, declarou Aristen Tai-Shyn Woo.